Home SALA DE IMPRENSA Arquivo Notícias Economia Entidades empresariais apresentam reivindicações ao Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho

Entidades empresariais apresentam reivindicações ao Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

presidente-meioambiente

O Sistema FIEPA promoveu no dia 31 de março, um almoço do Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, com o setor produtivo.

Na ocasião, o presidente da FIEPA, José Conrado Santos, entregou um documento do Fórum das Entidades Empresariais do Pará, falando sobre o excesso de regulamentação imposta ao setor produtivo, a falta de segurança jurídica na atuação dos órgãos ambientais, o que restringe as possibilidades de investimentos produtivos, e a ameaça a determinados setores, como a pecuária e o florestal.

“Observamos setores tradicionais e que já foram pujantes, como a madeira, com várias empresas fechadas. A vinda do ministro ao Pará, muito esperada pelas entidades empresarias e pela própria Federação, nos mostra que os órgãos de meio ambiente possam dialogar de forma mais próxima a partir de agora”, disse José Conrado Santos.

Outro ponto reivindicado no documento foi o ressarcimento aos estados e municípios dos valores econômicos/financeiros subtraídos, inclusive de seu potencial econômico, presente e futuro, pela criação de unidades de conservação, sob qualquer rótulo.

discurso-meioambienteAlém disso, o documento também apontou que a energia da hidroelétrica de Belo Monte será 30% mais cara do ponto de vista de seus custos de capital, onerando assim a conta de luz dos brasileiros. Um dos motivos que levaram a esse custo, ponderam as entidades de classe, foi a diminuição do lago de acumulação de água, por pressão de ambientalistas, e a paralização da obra por mais de 400 dias por ações judiciais.

Em seu discurso na FIEPA, o Ministro disse que novas diretrizes facilitarão a viabilidade econômica de novos e atuais empreendimentos. “Sabemos que a questão ambiental melhorou muito no Brasil e a tecnologia trabalhou bastante a nosso favor. Agora queremos desburocratizar a lei, trazer mais segurança jurídica aos investimentos, mas sem facilitar ilegalidades. Vamos dispensar licenciamento para atividades agro-silvo-pastoril e apoiar este que é um dos setores mais sérios do país”, garantiu Sarney Filho.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, participou do almoço e comemorou a aproximação com o Governo Federal. “Hoje realizamos uma reunião de alinhamento entre o Governador Simão Jatene e o Ministro Sarney e poderemos começar a caminhar próximos para manter ações de interesse conjunto, como o combate ao desmatamento e a retomada do setor madeireiro, que gera empregos para milhares de pessoas”, afirmou.

O Ministro José Sarney Filho esteve em Belém para uma extensa lista de ações que incluiu reunião com o Governo do Estado e inauguração do Centro Estadual de Monitoramento Ambiental, um sistema de fiscalização on-line que vai contribuir para a fiscalização ambiental em toda Amazônia. O compromisso na FIEPA foi acompanhado por parlamentares, membros do Governo e representantes de entidades de classe paraenses.

 
Follow us on Twitter

NewsLetter








Twitter

 

Acesso Rápido

Banner site 155x49px

 banner_site-redes

banner_apex_cin

 banner mercados estratégicos

  capa guiaindustrial

Meia página - 300x600px 


Ultimas Notícias

Mais Acessados